Quando nossos fios estão extremamente danificados e parece que hidratação nenhuma resolve, está na hora de uma atitude mais intensa.

A reconstrução capilar pode ser a resposta que você está buscando para tratar os fios. Então, fique de olho neste texto e descubra tudinho sobre o assunto!

Índice — neste artigo você vai encontrar:

Publicidade
  1. O que é reconstrução capilar e para que serve?
  2. Quais os benefícios para o cabelo com cachos?
  3. Quando fazer a reconstrução capilar?
  4. Como é feita?
  5. Quem pode fazer?
  6. Qual o melhor produto para reconstrução capilar?
  7. Há contraindicação?
  8. Receita caseira de reconstrução capilar é segura?

O que é reconstrução capilar e para que serve?

Reconstrução capilar é o nome do procedimento realizado em cabelos extremamente danificados, tanto por químicas quanto por outros processos.

Ela age repondo a massa capilar, aquela que fica lá dentro da fibra. O fio de cabelo é composto por água, lipídios e queratina, uma proteína que permite que ele fique maleável, forte, resistente e elástico.

Esse processo pode ser realizado tanto em casa sozinha quanto no salão. É feito com produtos especialmente desenvolvidos para isso, geralmente eles contam com queratina em sua composição.

Procedimentos químicos como tinturas, alisamentos e relaxamentos, ou até mesmo outros fatores como doenças, cirurgias e o tabagismo, podem afetar a integridade dos cabelos, fazendo com que eles percam sua massa.

Nesses casos, é comum que nem uma hidratação consiga resolver, necessitando de algo mais intenso.


Aí entra a reconstrução, que é um procedimento muito importante para quem procura ter sempre cabelos saudáveis, uma vez que fortalece a fibra capilar de dentro para fora, deixando os cabelos mais maleáveis e saudáveis.

Quais os benefícios para o cabelo com cachos?

Todos os tipos de cabelos podem precisar de uma reconstrução uma hora ou outra. Seja ele liso, cacheado, ondulado ou super crespo.

Os cabelos cacheados têm tendência a serem mais frágeis e finos, e apenas um procedimento químico já pode trazer danos aos fios.

Caso essa seja a sua situação, a reconstrução vai te ajudar, e muito!

Descubra aqui um pouco sobre como o processo age em cada tipo de cabelo:

  • Cacheados e ondulados: cabelos cacheados que estão muito danificados não formam cachinhos. Eles ficam com uma textura arrepiada e difíceis de lidar, por isso apostar em uma reconstrução pode ajudar a retornar com aqueles cachos que sobem e descem;
  • Lisos: cabelos lisos também podem se beneficiar com a reconstrução. Esse processo diminui com aquele “efeito palha” na ponta dos fios, deixando eles renovados e super macios.

Realizando uma reconstrução capilar, a maleabilidade dos fios podem voltar ao normal, permitindo que você modele e finalize como desejar. Além disso ainda ficam com um brilho intenso e mais fáceis de lidar.

Quando fazer a reconstrução capilar?

Alguns sinais podem aparecer para indicar quando é a época para realizar a reconstrução capilar, então fique sempre de olho nos seus fios.

Se ao toque eles estiverem ásperos, quebradiços, secos, com pontas duplas, frágeis ou até mesmo com aquele temido “efeito palha”, e que não apresentam melhora com hidratação, esse pode ser o momento ideal para apostar em uma reconstrução.

Além disso, após a exposição intensa à luz do sol, água do banho muito quente e ainda o cloro e a água salgada do mar, o procedimento pode ser indicado.

É possível ainda realizar um teste, para verificar a porosidade do fio. Que é quando a cutícula do fio está muito aberta, causada por danos. Isso faz com que ele aparente uma textura grossa e áspera ao toque, embaraçando com mais facilidade.

O teste consiste em retirar um fio do cabelo e colocá-lo em um copo cheio de água.

Se ele afundar quer dizer que ele está poroso e muito danificado, ou seja, esse é o momento ideal para a reconstrução capilar.

Caso o fio fique na superfície ou no meio, o fio não está tão poroso, precisando somente de outros procedimentos, como uma umectação ou hidratação.

Publicidade

Apesar de o teste ser bem confiável, somente um(a) profissional habilitado(a) pode avaliar exatamente do que seu cabelo precisa.

De quanto em quanto tempo eu posso fazer reconstrução capilar?

Em alguns tipos de cabelos, realizar apenas uma reconstrução a cada 2 meses é o suficiente para mantê-los saudáveis.

Mas, em alguns casos, é interessante realizar esse processo a cada 15 ou 30 dias. A medida que os fios melhoram de aspecto e fiquem mais fortes, o recomendado é diminuir a frequência até você não precisar mais realizar o procedimento.

Para ter um controle mais preciso disso, combine a reconstrução com outros processos, como a hidratação, para isso faça um cronograma capilar para ter resultados mais duradouros.

Qual o melhor produto para reconstrução capilar?

Depois de verificar do que seu cabelo precisa, agora é a hora de escolher os produtos. E isso vai depender de vários aspectos, pois não há uma produto melhor, mas sim aqueles mais adequados para os seus fios.

A dica é sempre testar e saber exatamente o que o seu fio precisa. Nessas horas, a ajuda profissional é sempre bem-vinda!

No entanto, de modo geral, a dica é procurar os produtos que contam com ação reconstrutora, repositora de massa ou até mesmo que tenham pelo menos alguns dos ingredientes a seguir:

  • Proteínas;
  • Minerais;
  • Colágeno;
  • Creatina;
  • Arginina;
  • Biotina;
  • Elastina;
  • Pantenol;
  • Queratina.

O produto pode ser uma máscara reconstrutora, uma ampola ou até mesmo uma linha completa, com shampoo, condicionador, máscara e finalizador.

Agora é só começar o processo!

Como é feita a reconstrução?

Uma reconstrução pode ser feita tanto em salão de beleza quanto em casa. Claro que o(a) cabeleireiro(a) vai saber exatamente o que seu cabelo precisa, e pode ser ideal para quem não tem muita habilidade com tratamentos caseiros.

Mas isso não quer dizer que não possamos ter resultados satisfatórios com os produtos que temos em casa, não é mesmo?

Primeiro passo: shampoo

Depois de escolher o produto, é importante começar lavando o cabelo com shampoo, para remover todas as impurezas e resíduos de outros produtos.

O shampoo age abrindo as cutículas, permitindo que os nutrientes penetrem com mais facilidade na fibra capilar.

Confira aqui algumas sugestões:

Segundo passo: produto reconstrutor

Em seguida aplique a máscara — ou outro produto escolhido — em todo o comprimento do cabelo. Para facilitar esse processo, divida o cabelo e várias partes, e passe mecha a mecha.

Vá passando a mão repetidas vezes desde o começo da mecha até as pontas, enluvando todo o cabelo, isso faz com que o produto tenha uma eficácia maior.

Deixe o produto agir conforme a orientação na embalagem, esse tempo pode variar de 5 a 30 minutos. Para potencializar o processo, coloque uma touca térmica ou até mesmo uma sacola de mercado cobrindo toda a cabeça.

Confira aqui algumas sugestões:

Terceiro passo: enxágue

Enxague muito bem em água abundante, para retirar todo e qualquer resíduo. Esse é um processo muito importante, pois caso o produto tenha queratina em sua fórmula, se não enxaguado direito, pode deixar o cabelo endurecido.

Quarto passo: condicionador

Para finalizar, aplique o condicionador da mesma linha. Ele vai selar as cutículas que foram abertas com o shampoo, evitando que os nutrientes saiam, trazendo mais sedosidade e maciez.

Publicidade

Queratina

A queratina é uma proteína que faz parte de 90% da composição do fio, sua falta deixa os cabelos quebradiços, secos e ainda provoca pontas duplas.

Por isso é importante sempre manter os cuidados capilares em dia. Procure produtos que contenham essa proteína em sua composição.

Existe ainda um produto no mercado, que consiste em queratina pura. O processo de sua utilização se chama “queratinização” e é uma ótima opção para a reconstrução capilar.

Porém, esse produto não é indicado para reconstruções caseiras, uma vez que é estritamente de uso profissional. Só pessoas habilitadas sabem quanto e como utilizar o produto para cada situação.

Então muito cuidado na hora de passar qualquer coisa no cabelo, seguir as instruções evita estragos ainda maiores.

Quem pode fazer?

O processo de reconstrução pode ser feito por todas as pessoas com cabelos danificados, tanto em casa, com produtinhos indicados, ou ainda por profissionais da área.

Os salões de beleza contam com uma estrutura ideal para realizar esse procedimento. E os profissionais realizam um atendimento exclusivo, procurando sempre verificar quais produtos os seus cabelos estão precisando.

Realizar a reconstrução capilar no salão oferece resultados mais duradouros e eficazes. Porém, em casa, além de ser mais barato, também pode trazer bons resultados.

Há contraindicação?

Não! Não existem contraindicações para esse processo, mas você precisa sempre ficar atento a tudo o que aplica nos fios.

Mulheres grávidas precisam estar sempre atentas à composição do produto. Consulte seu médico ou médica e pergunte quais produtos você pode aplicar.

Cabelos que estão saudáveis, macios e fortes não precisam de uma reconstrução. A aplicação de repositores de massa ou queratina em fios saudáveis podem deixar eles endurecidos ou até mesmo quebradiços.

A reconstrução parece uma ótima opção para todos os cabelos, mas caso seu não precise, não faça, isso pode trazer resultados contrários.

Receita caseira de reconstrução capilar é segura?

O recomendado é sempre investir em máscaras e produtos especialmente desenvolvidos para uma reconstrução eficaz. Mas existem alguns ingredientes caseiros que podem ser utilizados.

É preciso sempre ficar muito atento a tudo o que passamos nos fios, afinal, não queremos estragá-los.

Há alguns os ingredientes que são bastante mencionados em receitas caseiras para tratamentos capilares e prometem bons resultados. Mas vale a dica de sempre conversar com especialistas antes de usar.

Além de evitar riscos alérgicos ou danos aos fios, uma simples conversa pode resultar em dicas simples para aproveitar corretamente cada receitinha:

  • Gelatina: rica em colágeno, ela age principalmente na estrutura do fio, criando uma película que melhora o aspecto do cabelo danificado; 
  • Ovo: o ovo é uma proteína que conta com várias vitaminas que trazem maciez e brilho aos fios.

Mas cuidado! Não são todos os ingredientes que você tem em casa que podem ser aplicados nos cabelos. Lembrando que eles não têm eficácia comprovada.


O processo de reconstrução capilar é super importante para recuperar cabelos ultra danificados.

Por isso é sempre bom ficar atento e perceber o que seu cabelo precisa, tratando ele de uma forma eficaz.

E aí, gostou de saber mais sobre a reconstrução capilar?

Publicidade


Amanda Bach: Sou redatora do Bleeza e fascinada por produtos para cabelos. Como o meu é fino e cacheado, busco sempre o que mais se encaixa nas minhas necessidades. Além disso, limpo minha pele diariamente, pois ela é mista mais para seca e precisa sempre de uma hidratação extra. Amo escrever e passo meu tempo livre lendo e cozinhando.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *