Toda pele precisa de cuidados — seja ela seca, normal, mista ou oleosa. Dessa forma, além de mantê-la saudável, também é possível garantir uma melhor aparência e evitar o aparecimento de manchas, rugas, linhas de expressão etc.

Porém, antes de iniciar uma rotina de skincare (cuidados faciais) é preciso saber qual é o seu tipo de pele e entender o que é necessário para o seu caso. Confira e saiba tudo que precisa:

Índice — neste artigo você vai encontrar:

Publicidade
  1. Qual é meu tipo de pele?
  2. O que a pele normal precisa?
  3. O que a pele seca precisa?
  4. O que a pele mista precisa?
  5. O que a pele oleosa precisa?

Qual é meu tipo de pele?

Descobrir qual é o seu tipo de pele pode não ser tão fácil quanto parece, principalmente considerando que é normal a derme sofrer mudanças — seja em decorrência de fatores externos (como o clima, por exemplo) ou questões como alterações hormonais, estresse etc.

O primeiro passo é, preferencialmente, realizar a consulta com um(a) dermatologista. Assim, o(a) profissional poderá realizar uma análise e te dar essa informação de forma precisa.

Porém, algumas características podem ajudar a identificar cada tipo de pele. Confira:

Pele normal

Como o nome sugere, a pele normal é aquela em que nenhuma característica prevalece. Ou seja, não há uma produção excessiva de sebo e nem falta da oleosidade natural da derme.

Nesse sentido, pode-se destacar como sinais comuns da pele normal:


  • Luminosidade moderada;
  • Poros fechados;
  • Tom homogêneo;
  • Textura aveludada/suave;
  • Firmeza e elasticidade.

Além disso, também é comum que a pele normal apresente uma maior tolerância ao uso de cosméticos, sendo menos sensível a possíveis manifestações alérgicas ou reações indesejadas — como, por exemplo, o aumento da oleosidade ou ressecamento.

Pele seca

Quando há uma baixa produção de lipídeos na pele, a barreira cutânea não se forma corretamente, uma vez que ocorre a falta de sebo (oleosidade). 

Com isso, a derme não consegue reter água o suficiente para mantê-la devidamente hidratada e com aspecto saudável. Assim, caracteriza-se como uma pele seca, apresentando as seguintes características:

  • Ressecamento (no rosto todo ou em áreas específicas);
  • Textura áspera;
  • Pele sem brilho;
  • Descamação, coceira e vermelhidão (no rosto todo ou em áreas específicas).

Dessa forma, é notável que se trata de uma pele mais sensível. O que, consequentemente, também reflete nos produtos que a derme aceita sem causar irritação — no geral, deve-se preferir tudo que tem uma textura mais cremosa e emoliente.

Pele mista

Como característica principal da pele mista, pode-se destacar a oleosidade em regiões específicas do rosto — principalmente na chamada zona T (testa, nariz e queixo). Além disso, outras características que definem esse tipo de pele são:

  • Pele seca (ou normal) nas bochechas e têmporas;
  • Poros dilatados na zona T;
  • Textura e tonalidade não uniforme.

Nesse caso, é comum que o(a) dermatologista indique o uso de produtos com textura “gel-creme”, sendo um tipo intermediário entre os produtos mais aquosos (ou em gel) e mais emolientes. Assim, a fim de se adaptar bem ao rosto como um todo, de forma balanceada.

Pele oleosa

Não há muito segredo para se falar da pele oleosa, basicamente a característica principal é a produção exagerada de sebo. O que faz com que a pessoa apresente alguns sinais como:

  • Poros dilatados e mais visíveis;
  • Luminosidade excessiva;
  • Textura grossa;
  • Aspecto oleoso;
  • Acne (espinhas e cravos);
  • Tonalidade mais pálida.

Quando se tem a pele oleosa, é comum que seja preciso incluir na rotina de skincare alguns produtos adstringentes e de textura leve (gel ou aquoso). Além disso, outro cuidado é não utilizar produtos comedogênicos — pois entopem os poros e aumentam a oleosidade.

O que a pele normal precisa?

Pode-se dizer que a pele normal é a mais fácil de cuidar, uma vez que mantém um equilíbrio na produção de sebo e o ressecamento. Além de sua melhor tolerância aos cosméticos, bem como a produtos de limpeza e até procedimentos estéticos.

Então, quem tem pele normal não precisa se preocupar com restrições ou cuidados muito específicos na rotina de skincare. O básico consiste em limpar, hidratar e proteger a pele com filtro solar. 

Com isso, tem-se a vantagem de contar com mais opções de produtos na hora de escolher o que usar para cuidar da derme. Alguns que poderiam ser indicados por um(a) dermatologista, por exemplo, são os seguintes:

Além disso, você pode incluir produtos antioxidantes na rotina. Como é o caso da vitamina C, que previne o envelhecimento precoce e preserva a saúde e boa aparência da pele.

O que a pele seca precisa?

Como mencionado, a pele seca é a menos tolerante (tanto a produtos quanto a procedimentos). Por isso, embora ela também precise de cuidados como limpeza, hidratação e proteção solar, é necessário escolher os produtos certos e prezar pelo uso adequado.

Publicidade

Nesse sentido, por exemplo, vale salientar que não é necessário realizar a etapa de limpeza da pele seca com sabonete todos os dias (ou duas vezes ao dia, por exemplo). 

A fim de evitar um maior ressecamento e prejudicar a retenção da água e dos nutrientes, pode-se optar por produtos como os tônicos hidratantes ou cleansing oils (óleo de limpeza), uma vez que proporcionam maior suavidade. Confira as opções para essa e outras etapas:

Outra coisa importante é se atentar aos ingredientes presentes nos cosméticos. Lembrando que ativos como o ácido hialurônico, vitamina B5 e vitamina E são ativos emolientes e que proporcionam alto teor de hidratação à derme. 

E claro, fuja de produtos que prometem um aspecto matte, toque seco ou algo parecido.

O que a pele mista precisa?

Quem tem a pele mista precisa de um equilíbrio nas etapas de limpeza e hidratação, uma vez que há a presença de características diferentes no rosto. Sendo assim, é preciso atingir um intermediário entre os cuidados da pele seca e a oleosa. 

Por exemplo, o(a) dermatologista poderia indicar lavar o rosto apenas 1 vez ao dia e no outro momento realizar a limpeza com um lencinho ou tônico — diferente da pele seca, aqui os produtos podem ser sim do tipo adstringentes, proporcionando maior limpeza e frescor.

Nesse caso, alguns exemplos são a Água Micelar L’Oréal Paris (age como tônico e limpa a pele), o Lenço de Limpeza Facial Micelar Needs ou o Sabonete Nivea Controle do Brilho.

Quanto à etapa de hidratação, o ideal é optar por produtos em textura gel. Assim, será possível disfarçar o excesso de brilho da zona T e ainda manter toda a pele hidratada e saudável — podem ser usados produtos como o Neutrogena Hydro Boost Water Gel.

E também é prudente dar preferência a um protetor solar com aspecto mais sequinho, também para minimizar a luminosidade excessiva. Um exemplo é o Protetor Solar Avène Toque Seco.

Também é possível incluir, na rotina de cuidados, a etapa de esfoliação (1x na semana) e o uso de itens como a água termal, vitamina C e séruns anti-idade. Com isso, proporcionando um cuidado mais completo à pele, mas sempre com orientação profissional.

O que a pele oleosa precisa?

Mais do que todas as outras, a pele oleosa precisa de limpeza. Sendo assim, é comum que seja necessário mais de um produto para compor essa etapa, como o uso de um sabonete e um tônico, por exemplo. 

Então, o objetivo é uma limpeza profunda a fim de eliminar o excesso de sebo e não deixar acúmulos nos poros. Com isso, consequentemente, minimiza-se o aparecimento de cravos e espinhas, bem como melhora o aspecto geral da derme.

Então, pode-se optar por sabonetes como: Gel Facial Needs Face Antiacne, Sabonete Darrow Actine Control e Gel de Limpeza Facial RoC Oil Control Intensive Cleanser. E por tônicos como a Loção Adstringente Neutrogena Deep Clean e o Tônico Adstringente Vichy Normaderm.

Diferente do que algumas pessoas imaginam, a pele oleosa precisa sim de hidratação. Mas é preciso escolher os que sejam indicados para essa característica, o que costuma incluir os produtos com textura em gel ou aquosa (devido sua rápida absorção).

Como alternativa, há o Hidratante Bepantol Derma Toque Seco e o Gel Hidratante Facial Nupill Derme Control, ambos proporcionam hidratação e controle de brilho/oleosidade.

Por fim, na hora de escolher um protetor solar também é possível optar por aqueles indicados para pele oleosa, uma vez que vão proporcionar um aspecto mais sequinho e sem brilho. Um exemplo é o Nivea Sun Beauty Pele Oleosa.

Além disso, o(a) dermatologista também pode indicar tratamentos para oleosidade e acne, como o uso de determinados ácidos — tais como o Retinol (vitamina A), por exemplo.


Embora o tipo de pele mais comum entre as brasileiras seja a pele mista, ainda assim há muitas pessoas com outras características. Mas a melhor forma de fazer isso é, sem dúvidas, buscar ajuda de um(a) profissional especializado(a).

Esperamos que você tenha se beneficiado desse conteúdo e, se tiver alguma dúvida ou sugestão, pode deixar pra gente nos comentários. Continue acompanhando o Bleeza!

Publicidade


Mellanie Novais: Sou redatora do Bleeza e apaixonada pelo mundo dos cosméticos. Adoro testar maquiagens e estou sempre atenta aos lançamentos. Tenho a pele seca e sensível, então adoro fazer skincare com produtos diferentes e que auxiliem na saúde da pele. Na hora de comprar, sempre vejo resenhas de pessoas com gostos parecidos com o meu para não errar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *