Fazer a escolha entre se depilar ou não pode ser um momento delicado. 

Enquanto algumas pessoas se acham lindas com a presença de seus pelos, outras se sentem desconfortáveis e preferem retirá-los (e tá tudo bem!). 

Destinado à quem opta pela remoção, existem algumas opções como: cera, pinça, creme depilatório, entre outros. 

Porém, essas são soluções a curto prazo, que resolvem o problema por, em geral, apenas 1 mês no máximo.

Para quem deseja retirar os pelos de forma permanente (ou quase), existe a depilação a laser, um procedimento que retira os fios do corpo, de forma gradual.

A equipe do Bleeza testou esse tipo de depilação e contou tudo sobre a experiência! Confira a resenha do procedimento e saiba mais sobre!

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. O que é depilação a laser?
  2. Depilação a laser elimina todos os pelos permanentemente?
  3. Quanto tempo demora para cair os pelos na depilação a laser?
  4. Depilação a laser dói?
  5. Quais os cuidados antes e depois de fazer uma sessão?
  6. Minhas impressões: como é a experiência?
  7. Depilação a laser funciona? Vale a pena?

O que é depilação a laser?

A depilação a laser é uma técnica de remoção progressiva de pelos, por meio da emissão de laser na região do corpo escolhida.


A técnica tem como objetivo destruir o folículo piloso do pelo, ou seja, a estrutura responsável pela formação do fio. Isso, consequentemente, provoca a inibição do seu crescimento.

O laser é aplicado na região escolhida e tem como alvo a melanina do pelo — pigmento presente nos fios, que causa sua coloração escura. 

A luz emitida penetra na pele e é absorvida por essa melanina, o que causa danos nas estruturas formadoras do fio.

De forma progressiva a cada sessão, essas estruturas são danificadas e perdem força, até que os folículos pilosos são destruídos e os pelos param de crescer.  

Depilação a laser elimina todos os pelos permanentemente?

Não. Também conhecida como depilação definitiva, a depilação a laser — diferentemente da luz pulsada — é uma técnica em que há a possibilidade de um resultado permanente em algumas pessoas, porém, a realização do procedimento não garante que os pelos nunca mais voltarão a crescer.

Isso, pois no organismo existem folículos pilosos inativos que podem ser ativados ao longo do tempo, por conta da liberação de hormônios, por exemplo.

Assim, o corpo estimula o desenvolvimento desses folículos, resultando na produção de novos pelos.

Dessa forma, os pelos atingidos pelo laser, em geral, não voltarão a crescer. Entretanto, novos pelos podem ser formados, sendo necessário realizar sessões de manutenção.

Como são as sessões de manutenção?

As sessões de manutenção são aquelas que tem como objetivo manter o resultado da depilação a laser, eliminando possíveis novos pelos. 

O intervalo de tempo para realizar a sessão de manutenção pode variar de acordo com a técnica de laser escolhida, local de aplicação no corpo e o organismo de cada pessoa.

Em geral, a primeira manutenção pode ser feita após o aparecimento de novos pelos. Após isso, a frequência deve ser determinada pelo(a) profissional que realizou o procedimento.

Quanto tempo demora para cair os pelos na depilação a laser?

Depende. Existem diferentes técnicas e aparelhos utilizados para a depilação a laser.

Em alguns casos, é indicado a retirada total, com lâmina, dos pelos imediatamente antes da sessão. Dessa forma, não há a presença de pelos na parte externa da pele, logo, não há o que cair. 

Já em outras técnicas, é indicada a retirada dos pelos cerca de 3 dias antes da depilação, para que haja a presença dos pelos no dia da sessão, mas não estejam nem muito grandes, nem muito curtos.

Nesse caso, o tempo para que os pelos caiam pode variar, mas, em geral, cerca de 10 a 15 dias após o procedimento os fios caem naturalmente. 

Depilação a laser dói?

Sim. A dor durante o procedimento pode variar de acordo com a região escolhida e a sensibilidade da(o) cliente. Em geral, partes do corpo que têm a pele mais fina tendem a doer mais. 

Apesar disso, atualmente, existem tecnologias que têm como objetivo minimizar a dor durante o procedimento. 

Em algumas técnicas, a frequência do laser pode ser alterada de acordo com a sensibilidade de cada pessoa. 

De maneira geral, o procedimento não é completamente indolor, mas provoca um desconforto tolerável, na maioria dos casos. 

Quais os cuidados antes e depois de fazer uma sessão?

Antes e após realizar uma sessão de depilação a laser, é necessário tomar alguns cuidados para que o tratamento tenha o resultado esperado. 

Antes

Antes da depilação, é importante preparar a pele para receber o procedimento. Entre as principais indicações estão:

Evitar a exposição solar

A exposição solar deve ser evitada por, no mínimo, 15 dias antes da depilação. Isso, pois durante o procedimento, a luz do laser é atraída pela melanina.

Quando há a exposição ao sol, em geral, a melanina da pele é aumentada. Dessa forma, caso a região a ser depilada esteja com um alto nível de melanina, há o risco de resultar em manchas e queimaduras.

Suspender cremes à base de ácidos

Muitas pessoas fazem o uso de cremes à base de ácidos para eliminar manchas. 

Caso o produto esteja sendo aplicado na região do laser, o recomendado é realizar a suspensão do uso, no mínimo, 3 meses antes de fazer a depilação.

Isso, pois cremes com ácido deixam a pele sensibilizada, podendo haver reação após o procedimento.

O indicado é consultar o(a) médico(a) responsável e avaliar a melhor saída para cada caso.

Não depilar com cera ou pinça

Antes e depois de realizar o procedimento, não é recomendado depilar os pelos com ceras ou pinças. 

Isso, pois para que o laser funcione, é necessário que o pelo esteja na pele. Ao depilar com cera ou pinça, o pelo é retirado completamente, não havendo onde o laser atuar. 

Depilar com lâmina

Em geral, é recomendado que os pelos sejam retirados com lâmina antes de realizar o laser.

O tempo para essa retirada pode variar de acordo com a técnica e aparelho de laser utilizado, mas, em geral, é entre 1 a 3 dias antes do procedimento.

Depois

Após a primeira sessão do laser, os cuidados são semelhantes aos de pré-procedimento. Os principais são:

  • Não expor à área depilada ao sol por, no mínimo, 3 dias depois da sessão;
  • Não depilar os pelos com cera;
  • Evitar cosméticos e cremes sobre o local depilado;
  • Caso necessário, aplicar compressas de gelo para aliviar a sensibilidade e inchaço.

Dependendo da região da depilação, o uso do protetor solar diariamente também é importante para a proteção do local.

Minhas impressões: como é a experiência?

Fiz 3 sessões de depilação a laser — das 6 que farei — com a tecnologia Soprano Ice. Contei o que achei até o momento, quais os pontos positivos e negativos, dando uma nota de 0 (muito ruim) a 5 (muito bom) para cada tópico! 

Tempo de cada sessão

O tempo de cada sessão foi um dos pontos que me surpreendeu, já que eu imaginava ser um processo demorado.

A duração pode variar de acordo com o tamanho do local da aplicação do laser, mas, em geral, são rápidas.

No meu caso, que fiz em uma mesma sessão a região das axilas e virilha, o período completo durou entre 10 e 15 minutos.

Considerei um ponto excelente, já que optei por realizar as sessões durante a semana (foi a única opção, por conta da minha rotina), em que não tenho muito tempo disponível.

Nota: 5/5

Dor

Ao contrário da experiência de algumas pessoas que perceberam apenas um leve formigamento durante o procedimento, eu senti dor tanto na região da axila quanto da virilha.

Apesar de a virilha ser geralmente mais sensível, não notei grande diferença no desconforto em relação à axila.

De maneira geral, a sensação durante a aplicação é de agulhas perfurando a pele. Ao mesmo tempo, o aparelho esquenta gradativamente, provocando uma sensação queimação. 

Quando fiz a primeira sessão, achei que doeria menos. Porém, nas sessões seguintes, consegui tolerar um pouco melhor.

O tempo da aplicação do aparelho na pele é variável de acordo com a intensidade do laser aplicado e a tolerância da(o) cliente. 

Em geral, há um tempo de exposição ao laser que deve ser alcançado e a(o) profissional aplica o aparelho diversas vezes, durante alguns segundos, até alcançá-lo.

Por exemplo, se o tempo máximo é de 60 segundos, o laser pode ser aplicado por 10 segundos, 6 vezes.

Pensando em uma comparação à depilação com cera, acredito que ambas provoquem dor, entretanto, o contato do laser com a pele dura apenas alguns minutos, enquanto no meu caso, seria necessária mais de 1 aplicação de cera para retirada completa dos pelos.

Nota: 3/5

Frequência de sessões

A frequência de sessões pode variar de acordo com cada pessoa. Mas, em geral, as 3 primeiras sessões são feitas 1 vez por mês, por 3 meses seguidos. 

Após esse período, os intervalos entre as sessões geralmente se alteram de acordo com a quantidade de pelos da(o) cliente e a indicação da(o) profissional.

No meu caso, realizei as 3 primeiras sessões em 3 meses seguidos e, as próximas, terão intervalos maiores de tempo. 

Considerei a frequência interessante já que, em uma comparação com a depilação à cera, o número de sessões por mês é menor.

Isso pode alternar de pessoa para pessoa, porém, no meu caso, a depilação com cera dura apenas 15 dias, sendo necessárias 2 sessões por mês.

Nota: 5/5

Aspecto da pele após o procedimento

Após cada sessão, minha pele ficou levemente avermelhada e sensível.

Depois da terceira sessão que fiz, em que a profissional aumentou a frequência do laser, minha derme permaneceu por algumas horas com uma sensação de queimação — como uma assadura — e uma leve dor ao movimentar a região. Entretanto, passou no mesmo dia. 

É normal que a pele fique sensível após o procedimento, já que é um laser penetrando na pele. Porém, o breve desconforto é, na minha opinião, completamente suportável.

Nas sessões, vou sempre com roupas leves e que não sejam muito apertadas, para que não abafe a região após a depilação, entretanto, não é obrigatório. 

Nota: 4/5

Pelos novos

Logo após a 1 sessão que fiz, notei diferença em relação ao desenvolvimento dos pelos. 

O crescimento foi mais lento, logo, me permitiu ficar com a pele lisa por mais tempo.

Após cada sessão, o ritmo de crescimento foi reduzindo gradativamente e cheguei a ficar até 2 meses sem o aparecimento de pelos.

A quantidade também diminuiu gradativamente e, a cada sessão, cresceram menos fios e cada vez mais finos. 

Estou satisfeita, por enquanto, em relação aos pelos novos, já que, mesmo sem ter completado o tratamento, pude observar resultados significativos.

Nota: 5/5

Depilação a laser funciona? Vale a pena?

Sim, a depilação a laser funciona.

Já nas primeiras sessões que realizei, observei uma diferença significativa na quantidade de pelos e tempo de crescimento. 

Além disso, comparado a outros métodos como a cera quente, financeiramente falando vale a pena.

Isso, pois no meu caso, em geral, era preciso fazer a depilação 2 vezes ao mês e os preços eram de aproximadamente R$16 a região das axilas e R$36 a virilha, um total de R$104 por mês.

Com o laser, o valor total do tratamento (axila+virilha) foi de R$958,40. 

Considerando que, no meu caso, a depilação com cera precisaria ser feita todos os meses e, com o laser, o resultado poderia durar até mesmo anos, julguei o laser um custo-benefício mais vantajoso.

Além disso, um fator que considero importante é a dor da depilação com cera, que não precisarei mais sentir todos os meses.


Para pessoas que não se sentem confortáveis com a presença de pelos no corpo, a depilação a laser pode ser uma boa opção! 

O procedimento que tem ganhado cada vez mais adeptas(os) proporciona a remoção gradual dos pelos do corpo, por meio da aplicação de laser nos fios.

É um método de mais durabilidade do que a lâmina ou cera e pode ser feito em qualquer área do corpo.

E você, já fez a depilação a laser? Tem interesse em fazer? Conta para gente nos comentários!

Quer saber mais sobre cuidado com o corpo? O Bleeza tem mais conteúdos completos para você! Continue lendo!


Agatha Camargo: Redatora do Bleeza, sempre gostei da área da beleza. Entre maquiagens e cuidados com o cabelo, adoro descobrir e testar novos produtos. Sou apaixonada por skincare e produtinhos que auxiliem na saúde da minha pele, já que é oleosa e tenho que tomar alguns cuidados. Na hora de comprar, avalio a opinião de quem já utilizou e também o custo-benefício.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *