Cuidar da saúde dos fios pode ser um grande desafio, especialmente durante a correria do cotidiano. Então, por que não aproveitar a quarentena, ou aqueles dias em casa, para investir na saúde dos cabelos e quem sabe até estabelecer uma rotina de cuidados?!

Sabemos que nem todas as pessoas têm a oportunidade de se manter apenas em casa durante esse período, muitas precisam ainda sair para seus afazeres. Porém, como muitas das atividades extras e de lazer foram interrompidas, estamos mais tempo em nosso lar.

Pensando nisso, confira as dicas a seguir e veja quais você consegue aplicar no seu dia a dia:

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. Mantenha a higiene e nutrição dos fios
  2. Comece um cronograma capilar
  3. Aproveite para deixar o cabelo em sua forma natural
  4. Mantenha hábitos saudáveis: alimentação e sono
  5. Controle outros fatores externos que podem prejudicar o cabelo

Mantenha a higiene e nutrição dos fios

Há quem diga que lavar demais o cabelo faz mal (e realmente pode fazer). Porém, não lavar o suficiente também pode ser prejudicial à saúde dos fios.

Isso ocorre porque o excesso de oleosidade, acumulado quando falta higienização, pode trazer problemas como coceira e queda capilar

Por isso, é imprescindível manter o cabelo sempre limpinho para que fique saudável. Esse é um cuidado básico que envolve, principalmente, o couro cabeludo. Entretanto, é também necessário cuidar do comprimento dos fios.

Nesse sentido, você pode investir em máscaras ou ampolas de hidratação, para que além de limpo, seu cabelo também se mantenha macio e bem nutrido. Veja alguns produtinhos que podem ajudar nisso:


Comece um cronograma capilar

O cronograma capilar é um método que tem como objetivo devolver a vida e saúde aos fios, variando de acordo com as necessidade de cada cabelo.

Não é um procedimento com resultado imediato. São cuidados a longo prazo e que visam realmente tratar o cabelo de forma profunda — os primeiros resultados costumam aparecer nas primeiras semanas.

Como o nome sugere, trata-se de um cronograma. Primeiro você identifica o nível dos danos no seu fio e depois organiza o método para suas necessidades.

Basicamente, o cronograma capilar é constituído de três etapas: hidratação, nutrição (ou umectação) e reconstrução.

Você pode aproveitar o período de quarentena para estabelecer esse hábito. Já que em cada lavagem, uma dessas etapas deve ser feita — o que demanda um pouco mais de tempo do que o habitual.

Conforme mencionado, você pode estabelecer as etapas de acordo com a necessidade do seu cabelo. Mas, se quiser, pode seguir a ordem do cronograma “oficial”:

  • 1ª semana: Hidratação, Hidratação e Nutrição;
  • 2ª semana: Hidratação, Hidratação e Nutrição;
  • 3ª semana: Hidratação, Hidratação e Reconstrução;
  • 4ª semana: Hidratação, Hidratação e Nutrição.

Lembrando que cada etapa corresponde a uma lavagem. Então, caso você lave o cabelo mais de 3x na semana, escolha 3 lavagens para realizar os procedimentos — um em cada dia.

Aproveite para deixar o cabelo em sua forma natural

Os maiores vilões do cabelo são os procedimentos químicos (tintura, progressiva, descoloração, etc) e o uso excessivo de calor: chapinha, secador, babyliss.

Mesmo sendo extremamente prejudiciais à saúde dos fios, esses processos fazem parte da rotina de muitas pessoas.

Então, que tal aproveitar o período de isolamento para deixar que o cabelo fique em sua forma natural? Claro que você não precisa abandonar todos os procedimentos, se não quiser.

Mas invista em pequenas mudanças. Por exemplo, quando estiver em casa, em vez de secar o cabelo com secador, tente deixá-lo secar naturalmente — mesmo que não seja em todas as lavagens.

Outra dica é evitar os elásticos prendedores de cabelo, pois podem quebrar e sensibilizar os fios. Então, tente aproveitar para deixar o cabelo mais solto quando puder.

Se você conseguir evitar pelo menos um desses hábitos e, junto a isso, manter cuidados como a hidratação, já é um grande passo. Com certeza seu cabelo vai ficar bem mais saudável!

Mantenha hábitos saudáveis

O cuidado deve sempre começar de dentro para fora. Então, não adianta gastar horas em salão de beleza ou realizando cuidados caseiros nos fios se você não cuidar bem da saúde. Confira, a seguir, como cuidar do cabelo a partir de bons hábitos alimentares e bom sono:

Alimentação

Uma boa alimentação reflete diretamente na saúde dos cabelos, das unhas e da pele. De forma que o contrário também é válido: uma alimentação pobre em nutrientes traz prejuízos.

Quando nosso corpo não tem nutrientes o suficiente (como vitaminas, proteínas e minerais), os fios tendem a ficar mais fracos e isso pode, inclusive, aumentar a queda capilar. 

Então, quem quer manter um cabelo forte, macio e brilhoso precisa ter uma boa alimentação e beber bastante água (pelo menos 2L por dia).

Além disso, especialistas indicam que o ideal é investir nas proteínas (leites, ovos, carne ou proteínas vegetais) e antioxidantes naturais (frutas e verduras). Também é importante evitar alimentos ricos em gordura!

Sono

Quando não dormimos bem, nosso cabelo também é afetado. Principalmente para quem já sofre com problemas de queda capilar, que muitas vezes está relacionada a fatores hormonais.

Sendo assim, quando não conseguimos dormir o suficiente, nosso corpo não consegue regular de forma correta os hormônios. Além disso, também não consegue atuar para resolver processos inflamatórios — como a dermatite seborreica, que afeta o couro cabeludo.

Vale destacar, ainda, que não dormir bem pode elevar os níveis de estresse, um grande vilão para a saúde dos fios, visto que é um dos principais causadores da queda capilar.

Então, tente manter o sono regulado, seguindo a orientação das 8 horas por noite. Assim, você mantém o seu cabelo saudável e o organismo mais equilibrado.

Controle outros fatores externos que podem prejudicar o cabelo

Como vimos no tópico anterior, a alimentação e o sono podem ajudar a manter o cabelo saudável. Porém, não são os únicos fatores que podem alterar a saúde dos fios.

Os desequilíbrios emocionais, como estresse e ansiedade, são grande vilões da nossa saúde, podendo afetar também a pele, cabelos e unhas.

Dentre as causas de queda capilar mais comum, por exemplo, está o estresse. Por isso, é muito importante tentar evitar situações e/ou uma rotina muito estressante.

Além disso, vale reforçar o que foi mencionado em tópico anterior: controle as interferências externas no seu cabelo, como os procedimentos químicos (tintura, descoloração, alisamentos, etc) que são muito prejudiciais aos fios.

Dessa forma, estabelecendo uma rotina de cuidados capilares e evitando fatores externos, certamente seu cabelo vai ficar muito mais bonito e saudável!


Manter um cabelo saudável nem sempre é fácil. Porém, tente aproveitar esse período de isolamento para fazer isso, evite os danos químicos e invista nos cuidados à saúde — se mantendo em casa e seguro(a).

Gostou do conteúdo? Tem alguma dica poderosa? Conta pra gente aqui nos comentários e continue acompanhando o Bleeza para muito mais!


Mellanie Novais: Sou redatora do Bleeza e apaixonada pelo mundo dos cosméticos. Adoro testar maquiagens e estou sempre atenta aos lançamentos. Tenho a pele seca e sensível, então adoro fazer skincare com produtos diferentes e que auxiliem na saúde da pele. Na hora de comprar, sempre vejo resenhas de pessoas com gostos parecidos com o meu para não errar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *