Com o passar do tempo, é inevitável que os sinais da idade comecem a aparecer na pele. Ou seja, ruguinhas, manchas, linha de expressão, flacidez, etc.

Porém, com alguns cuidados é possível prevenir e retardar o aparecimento desses sinais. Dentre os principais, está o uso de produtos que cuidem da elasticidade, firmeza e hidratação da pele.

Nesse sentido, um grande aliado pode ser o famoso Ácido Hialurônico. Veja como você pode se beneficiar do seu uso e algumas dicas:

Publicidade

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. O que é o Ácido Hialurônico?
  2. Para que serve o Ácido Hialurônico?
  3. Benefícios do Ácido Hialurônico
  4. Como usar Ácido Hialurônico no rosto?
  5. Como incluir o Ácido Hialurônico na rotina?
  6. Pode usar Ácido Hialurônico diariamente?
  7. Ácido hialurônico e vitamina C

O que é o Ácido Hialurônico?

O Ácido Hialurônico é uma molécula da família dos carboidratos e presente nos tecidos conjuntivos. Essa substância está presente em várias regiões do nosso corpo — como nos ossos, músculos, globo ocular (córnea, esclera e humor vítreo), etc. 

Assim, exerce diversas funções: regulação térmica, defesa orgânica, controle do fluxo sanguíneo e funções sensoriais (calor, frio, dor, pressão e tato).

Embora tenha todas essas funcionalidades imprescindíveis para o organismo, sua maior quantidade se encontra na derme — onde preenche o espaço entre as células e participa da manutenção da hidratação e elasticidade.

Por isso, essa substância é muito utilizada com finalidades estéticas, principalmente com foco no rejuvenescimento. 


Nesse sentido, o ácido hialurônico pode ser usado a partir de dermocosméticos (em especial cremes e séruns) que garantem a hidratação e aumentam a firmeza da pele. 

Além disso, também é comumente utilizado para a realização de preenchimentos. Esses, são realizados para dar mais volume a áreas que com o avanço da idade tendem a ficar mais murchas (olheiras, boca, etc) e para eliminar rugas e linhas profundas.

Para que serve o Ácido Hialurônico?

O ácido hialurônico serve para ajudar na firmeza e/ou sustentação da nossa pele. Ainda, devido a sua capacidade higroscópica, ele auxilia diretamente na retenção de líquido — o que garante seu poder hidratante.

Porém, o problema está no fato de que a produção dessa substância começa a diminuir conforme o avanço da idade, como consequência do envelhecimento celular. Normalmente, essa redução se inicia por volta dos 25 anos.

Apesar disso, é possível fazer uma reposição através do uso de dermocosméticos, cápsulas e até mesmo por meio de procedimentos mais invasivos, como os preenchimentos.

Preenchimento

Como mencionado, os preenchimentos com ácido hialurônico são procedimentos mais invasivos e que precisam ser feitos por um(a) profissional. 

Eles têm como objetivo proporcionar uma aparência mais jovem. Normalmente, são aplicados em rugas, sulcos ou olheiras profundas — devolvendo volume à área.

Porém, também é comum que sejam feitos por pessoas mais jovens, não visando minimizar os sinais da idade e sim apenas aperfeiçoar e/ou mudar algo na aparência.

Nos últimos anos, por exemplo, os preenchimentos labiais viraram tendência. O que ocorreu, em grande parte, devido influências de celebridades e pessoas influentes no mundo da moda e da beleza.

Hidratação da pele

Dentre os sinais mais comuns do envelhecimento cutâneo, está a perda de hidratação. Fator que colabora diretamente para o aparecimento dos sinais da idade, como linhas de expressão e rugas.

Para evitar ou minimizar esses problemas, o uso de produtos com ácido hialurônico pode ser uma ótima alternativa — considerando suas propriedades de retenção da água, garantindo maior hidratação a derme.

Além disso, também vale destacar que essa substância tem efeito antioxidante. Ou seja, inibe a ação dos radicais livres e aumenta a proteção da pele contra à radiação UV. Essa propriedade também permite que aumente a capacidade de reparação tecidual da pele.

Sendo assim, optar por cremes e/ou máscaras faciais com ácido hialurônico é algo que pode ajudar muito quem não deseja sentir na pele os sinais da idade.

Publicidade

Benefícios do Ácido Hialurônico

Como mencionado, o ácido hialurônico é essencial para manter uma pele hidratada, com boa elasticidade e firmeza. Porém, mais do que isso, essa substância também pode trazer outros benefícios incríveis para sua pele:

  • Previne o envelhecimento precoce da pele;
  • Evita o surgimento de rugas e linhas de expressão;
  • Ajuda a prevenir olheiras;
  • Fortalece a barreira cutânea;
  • Auxilia na textura da pele;
  • Atua aliado a ações antioxidantes, protegendo a pele contra a radiação solar e poluição.

Então, se você quer manter a sua pele com aparência bonita e saudável, bem luminosa e livre de rugas ou linhas de expressões: invista no ácido hialurônico.

Como usar ácido hialurônico no rosto? 

O ácido hialurônico pode ser usado no rosto principalmente com cremes e séruns. De forma geral, não há contraindicações para seu uso, mas é sempre importante contar com a ajuda de um(a) dermatologista a fim de escolher o produto ideal para suas necessidades.

Isso porque as concentrações da substância variam entre os dermocosméticos. Sendo que, para quem tem pele mais madura é preciso um nível maior. Já para as mais jovens, que utilizam com finalidade preventiva, as concentrações podem ser mais baixas.

Além disso, o ácido hialurônico também é usado no rosto para a realização de preenchimentos — em linhas profundas, nas olheiras, nos lábios, etc. Nesse sentido, tem a finalidade de dar volume à região em questão.

Embora seja comumente utilizado para eliminar sinais da idade, a aplicação pode ser feita mesmo em pacientes mais jovens (com a finalidade totalmente estética).

Porém, vale destacar que esse procedimento sempre é realizado por um(a) especialista.

Pode usar ácido hialurônico de dia?

Sim. Apesar do nome ácido hialurônico, não se trata de um ácido que sensibiliza a pele e que pode causar danos quando utilizado durante o dia. Porém, como em qualquer outro caso, deve-se sempre aplicar também o protetor solar.

Como mencionado, é ideal buscar sempre a orientação profissional na hora de escolher qual produto utilizar. Nesse sentido, o(a) dermatologista pode indicar uso diurno, noturno ou ambos.

O importante é seguir as indicações, a fim de obter a eficácia com os cuidados.

Como incluir o Ácido Hialurônico na rotina?

Os cuidados com a pele precisam ser diários e contínuos para que seja possível ver os resultados. Sendo assim, é preciso criar uma rotina para que os produtos utilizados consigam agir de forma plena.

No caso do ácido hialurônico, não é diferente. O primeiro passo ideal seria buscar o auxílio de um(a) dermatologista, pois esse(a) profissional poderá indicar o produto correto para seu caso e explicar a melhor forma de uso.

Por exemplo, mulheres mais maduras podem precisar de produtos com concentrações maiores de ácido hialurônico do que as mais jovens. Então, contar com uma orientação profissional é muito importante.

De maneira geral, a forma mais comum de repor essa substância é através do uso de produtos de skincare (cuidado facial). 

Mas há também como fazer isso por meio do uso de cápsulas ou procedimentos como os preenchimentos — único método que não deve ser feito de forma diária, mas sim com espaçamento de meses. 

Veja mais informações sobre cada uma dessas formas:

Cápsulas

Já ouviu falar naquela questão de “cuidar de dentro para fora”?! Pois é, isso também pode se aplicar ao ácido hialurônico. 

Claro que há vários cuidados “de dentro para fora” que podemos fazer diariamente, como a alimentação. Porém, nesse caso, estamos falando sobre ingerir de forma direta a substância que está faltando no corpo — como ocorre quando há falta de vitaminas, por exemplo.

Apesar de não ser tão comum, o ácido hialurônico pode ser ingerido através de cápsulas, normalmente em conjunto com substâncias como o colágeno.

Diferente do que você pode estar pensando agora, essas cápsulas não são benéficas apenas para melhorar a aparência e saúde da pele. Isso porque, como vimos, o ácido hialurônico também está presente em regiões articulares, de forma que o uso das cápsulas também pode ajudar a diminuir dores musculares.

Publicidade

Nesse sentido, algumas opções podem ser os seguintes produtos:

Lembrando que é imprescindível buscar auxílio profissional antes de ingerir qualquer tipo de substância que atue no funcionamento do organismo. Não realize o uso desses produtos de forma independente.

Cremes e Séruns

Os cremes e séruns são, sem dúvida, a forma mais simples e convencional de repor os níveis de ácido hialurônico da pele.  De maneira que seu uso pode ser feito a fim de prevenir ou reparar os danos — como linhas de expressão, flacidez e falta de luminosidade.

Atualmente, existem muitas opções de produtos que contam com essa substância poderosa para o cuidado facial. Inclusive, há algumas que contam com outros ativos com propriedades antienvelhecimento, potencializando os resultados.

Mas é importante lembrar que o uso deve ser contínuo para que o resultado seja satisfatório.

Entretanto, embora ajudem a prevenir o aparecimentos dos sinais da idade, esses cremes não inibem a perda de volume na derme, apenas retardam. Considerando que os produtos de uso tópico possuem uma ação mais superficial.

Por isso, pode ser que pessoas com pele mais madura, precisem de outros procedimentos para chegar a um resultado mais significativo.

É interessante saber, também, que o apesar de conter “ácido” na nomenclatura, não deixa a pele sensibilizada. Além disso, pode ser tranquilamente utilizado tanto de noite quanto de dia, não dispensando o protetor solar.

Por fim, alguns dos dermocosméticos que contém ácido hialurônico como ativo são:

Conforme mencionado, as indicações podem variar conforme a necessidade e particularidades de cada pessoa. De forma que o que é ideal para um tipo de pele pode não ser para outro — mesmo que os produtos contenham o mesmo ativo, no caso, o ácido hialurônico.

Preenchimento

Os preenchimentos faciais são cada vez mais comuns e quase sempre são realizados com o uso do ácido hialurônico. No geral, esse procedimento é indicado para eliminar rugas ou linhas de expressão mais profundas.

Sendo assim, os(as) dermatologistas não costumam ver o preenchimento como primeira opção de tratamento. Ou seja, costumam ser recomendados quando a situação não é mais controlável e/ou reversível a partir do uso de dermocosméticos.

Basicamente, o objetivo do preenchimento é dar volume à determinada região do rosto, o que possibilita que seja realizado também com outras finalidades estéticas (como preenchimento labial, por exemplo), além do combate aos sinais da idade.

No geral, apesar de ser um método injetável, o procedimento é indolor visto que é feito com a aplicação de anestesia. O resultado pleno costuma ser visível após alguns dias e dura em torno de 6 meses a 1 ano.

Pode usar Ácido Hialurônico diariamente?

Sim. Conforme mencionado, para notar os resultados do uso do ácido hialurônico (a partir do uso em cápsulas e cremes), é preciso um uso contínuo — principalmente se o objetivo for prevenir os sinais da idade.

No geral, basta você (de preferência com auxílio profissional) escolher o produto ideal para suas necessidades e tipo de pele. Então, crie uma rotina para que fique mais fácil utilizar diariamente.

Lembrando que essa substância permite um uso diurno e noturno, de forma que você pode optar por um produto para usar apenas em um dos dois momentos ou em ambos. Sem esquecer do filtro solar durante o dia, outro grande aliado da saúde da pele!

Ácido hialurônico e vitamina C

O ácido hialurônico e a vitamina C formam realmente uma dupla perfeita para os cuidados faciais. Como vimos, a principal função desse ácido é ajudar na elasticidade, firmeza e hidratação da pele.

Já a vitamina C, é um ativo com potentes propriedades antioxidantes — prevenindo o envelhecimento precoce, controlando a ação de radicais livres na pele, etc.

Acontece que, além disso, ela também está diretamente relacionada com a estabilização do colágeno no organismo. Nada mais, nada menos que a principal substância responsável por dar firmeza a nossa pele.

Publicidade

Sendo assim, quando em conjunto com o ácido hialurônico, as produções de colágeno na pele aumentam e são melhor absorvidas. De forma que seu efeito é potencializado.

Com isso, uma substância altamente hidratante (ácido hialurônico) e uma com alto poder antioxidante (vitamina C) são realmente uma dupla perfeita para combater o envelhecimento precoce.

Lembrando que é de suma importância buscar um(a) dermatologista, ele(a) poderá indicar qual a melhor forma de associar esses dois ativos, de acordo com suas necessidades.


Se você faz parte do grupo de pessoas que não quer sofrer com os sinais indesejados da idade na pele, optar pelo uso do ácido hialurônico (sozinho ou com vitamina C) pode ser a solução ideal.

Gostou de saber essas informações ou, então, ficou alguma dúvida? Conta pra gente nos comentários e continue acompanhando o Bleeza para mais dicas e resenhas!


Mellanie Novais: Sou redatora do Bleeza e apaixonada pelo mundo dos cosméticos. Adoro testar maquiagens e estou sempre atenta aos lançamentos. Tenho a pele seca e sensível, então adoro fazer skincare com produtos diferentes e que auxiliem na saúde da pele. Na hora de comprar, sempre vejo resenhas de pessoas com gostos parecidos com o meu para não errar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *